quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Ambientes de Mudança, com Luísa Schmidt

Em setembro, as “Conversas na Aldeia Global” dedicadas ao caminho para um futuro sustentável e à Agenda 2030 contam com a participação da investigadora Luísa Schmidt.
Pretende-se discutir em que medida estão a surgir «Ambientes de Mudança» e com enfoque nas nove áreas do ambiente abordadas no seu mais recente livro — águas, resíduos, ar, alterações climáticas, energia, território, conservação da Natureza, mar e cidadania.
Numa perspetiva ambiental, recuperam-se alguns dos problemas que compõem as agendas nacionais e internacionais e de difícil resolução, caso dos grandes incêndios deste verão que cíclica e tragicamente devastam o país, da poluição dos rios, da ocupação do litoral ou da suburbanização imparável.

Luísa Schmidt é investigadora no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, onde leciona e desenvolve vários projetos que articulam ciências sociais e ambiente. Membro do Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e do European  Environment Advisory Council. Faz parte do núcleo de fundadores do OBSERVA: Observatório de Ambiente, Sociedade e Opinião Pública. É autora da série televisiva «Portugal, um Retrato Ambiental» e de diversos livros na área do ambiente. Com a coluna «Qualidade Devida» que mantém no Jornal Expresso desde 1990, tem contribuído para a divulgação e debate dos problemas ambientais.
A moderação é de Vasco Trigo.
Esperamos por si!

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Desafios literários Agosto


Este mês desafiamo-lo a ler um livro que relate uma viagem interior ou exterior:

Em Abril de 1992, Christopher McCandless abandona um futuro promissor, a civilização, a sua própria identidade, doa os 25 mil dólares que constam do seu saldo bancário para fins de caridade e parte em busca de uma esperiência genuína que transcenda o materialismo do quotidiano. Rendido ao apelo ancestral e romântico da vastidão selvagem do longínquo Oeste americano, este jovem enigmático inventa para si mesmo uma nova vida e, sem o saber, dá início a uma nova aventura que mais tarde viria a encher as páginas dos jornais.

História mágica ou filosófica, romance histórico ou de formação, narrativa sobre o tempo ou viagem interior de um jovem alemão honrado e ávido de experiências, este romance envolve e enreda o leitor em teias mágicas que não mais o libertarão, entre a sátira e a seriedade, o humor e a ironia, a luz e o niilismo, numa sinfonia contra-pontística em que liberalismo e conservadorismo, decadência e sublimação, doença e saúde, espírito e natureza, morte e vida, honra e volúpia se sucedem num torvelinho que só a Primeira Guerra Mundial conseguirá dissipar. Quando as fundações da Terra e da montanha mágica começam a tremer, quando o mundo hermético feito de tédio, torpor e exasperação começa a abalar, por acção do trovão e do enxofre, das baionetas e dos canhões, é que o arganaz adormecido esfrega os olhos e começa a endireitar-se, saindo da sua tenaz hibernação, expulso do seu reino e dos seus sonhos, salvo e liberto, depois de quebrado tão longo e mágico encanto.

Islândia, século XIX: uma terra em que as forças da natureza, primordiais e misteriosas, ainda não estão inteiramente domadas pelo Homem. Ásmundur, jovem juiz e poeta, protagonista deste romance (inspirado numa figura histórica real), é chamado a julgar o seu primeiro processo, um desolador caso de incesto e infanticídio perpetrado por dois jovens irmãos denunciados pelos seus vizinhos camponeses. Será Ásmundur a ter de decidir se os dois irmãos são culpados. A sua viagem em direcção ao lugar do delito, no interior remoto do país, é uma odisseia através das origens de uma nação em que a natureza, os mitos e as sagas se contrapõem à sociedade racional e moderna que o homem quer construir. À medida que a história que opõe os irmãos aos seus vizinhos (um caso verídico descrito nos anais judiciais da Islândia) se vai desvelando, as firmes convicções do jovem juiz vão mudando a pouco e pouco. A prosa de Thor Vilhjálmsson é magistral em urdir subtilmente os diversos registos da narrativa (judiciário, político, religioso, onírico, lírico), fazendo deste livro uma obra-prima incontestável da literatura europeia contemporânea.


Uma viagem que se inicia na Cidade do Cabo e que Theroux, passando por Angola, queria que acabasse no Norte de África. Porém, após visitar Angola, o incansável viajante decide interromper o seu caminho ascendente. As experiências-limite por que passou, a dececção com a decadência, a colonização pelo materialismo ocidental, a omnipresença da corrupção e a perda da comunhão dos povos com a natureza terão feito desta a última viagem de Theroux ao Continente Negro. Angola sai maltratada deste livro, assim como muitas figuras de proa de organizações humanitárias que operam em África. Um documento impiedoso e gritante de atualidade.

A remota Patagónia, uma terra «no fim do mundo» é habitada por figuras errantes e exiladas, da gaúchos a foragidos, de mineiros peculiares aos índios da Terra do Fogo. Fascinado por este sítio desde a infância, o autor atravessa toda a região, desde Rio Negro até Ushuaia, a cidade no extremo sul, captando o espírito da terra, da sua história e da sua gente, e conferindo-lhe uma expressão poética e intensa. Num escrita prodigiosa, plena de descrições maravilhosas e histórias intrigantes, Na Patagónia narra as viagens de Chatwin por um lugar remoto contando histórias fascinantes que o vão atrasando no seu caminho.

«Agatha Christie escreveu quase cem livros, mas só um assinado Agatha Christie Mallowan: "Come, Tell Me How You Live", título da edição original deste livro. É "uma memória arqueológica" dos anos 30 nas escavações do marido, Max Mallowan. Os editores não gostaram. Não havia trama nem crime. Era como mostrar o álbum de férias a estranhos. O que é que os leitores dela tinham a ver com aquilo? Quase tão lida quanto a Bíblia, Mrs Mallowan não puxou dos galões. Disse que o livro era «uma frivolidade», como se falasse de um par de sapatos. Foi um sucesso, claro, e mais de sessenta anos depois continua em edição de bolso e politicamente incorrecto - vários turcos e pelo menos um árabe "sub-humano" saem daqui para a glória. Mas de ninguém a autora ri como de si própria, ansiosa, voluntariosa e volumosa.» Alexandra Lucas Coelho, «Prefácio».


sábado, 22 de julho de 2017

As nossas sugestões... Mestres do crime

As nossas sugestões...Mestres do crime:

segunda-feira, 10 de julho de 2017

As nossas sugestões...laranja

Este mês desafiamo-lo a ler um livro cuja capa seja laranja:

segunda-feira, 3 de julho de 2017

TOP LIVROS DAS BIBLIOTECAS MUNICIPAIS DE OEIRAS

A Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras destaca os cinco livros mais procurados nos últimos três meses - Abril, Maio e Junho -, distribuídos entre livros de ficção e não ficção.

Top 5 - Ficção
1º | Escrito na água - Paula Hawkins
Resumo: "Um thriller intenso, da autora do bestseller mundial "A Rapariga no Comboio". Cuidado com as águas calmas. Não sabemos o que escondem no fundo. Nel vivia obcecada com as mortes no rio. O rio que atravessava aquela vila já levara a vida a demasiadas mulheres ao longo dos tempos, incluindo, recentemente, a melhor amiga da sua filha. Desde então, Nel vivia ainda mais determinada a encontrar respostas. Agora, é ela que aparece morta. Sem vestígios de crime, tudo aponta para que Nel se tenha suicidado no rio. Mas poucos dias antes da sua morte, ela deixara uma mensagem à irmã, Jules, num tom de voz urgente e assustado. Estaria Nel a temer pela sua vida? Que segredos escondem aquelas águas? Para descobrir a verdade, Jules ver-se-á forçada a enfrentar recordações e medos terríveis há muito submersos naquele rio de águas calmas, que a morte da irmã vem trazer à superfície. Um livro profundamente original e surpreendente sobre as formas devastadoras que o passado encontra para voltar a assombrar-nos no presente. Paula Hawkins confirma, de forma triunfal, a sua mestria no entendimento dos instintos humanos, numa história com tanta ou maior intensidade do que A Rapariga no Comboio." Ver registo no #catalogo online

2º | O labirinto dos espíritos - Carlos Ruiz Zafón
Resumo: "Na Barcelona de fins dos anos de 1950, Daniel Sempere, já não é aquele menino que descobriu um livro que havia de lhe mudar a vida entre os corredores do Cemitério dos Livros Esquecidos. O mistério da morte da mãe, Isabella, abriu-lhe um abismo na alma, do qual a mulher Bea e o fiel amigo Fermín tentam salvá-lo. Quando Daniel acredita que está a um passo de resolver o enigma, uma conjura muito mais profunda e obscura do que jamais poderia imaginar planta a sua rede das entranhas do Regime. É quando aparece Alicia Gris, uma alma nascida das sombras da guerra, para os conduzir ao coração das trevas e revelar a história secreta da família… embora a um preço terrível. "O Labirinto dos Espíritos" é uma história electrizante de paixões, intrigas e aventuras. Através das suas páginas chegaremos ao grande final da saga iniciada com "A Sombra do Vento", que alcança aqui toda a sua intensidade e tracejado, que por sua vez desenha uma grande homenagem ao mundo dos livros, à arte de narrar histórias e ao vínculo mágico entre a literatura e a vida." Ver registo no #catalogo online

3º | A Gorda - Isabel Figueiredo
Resumo: "Maria Luísa, a heroína deste romance, é uma bela rapariga, inteligente, boa aluna, voluntariosa e com uma forte personalidade. Mas é gorda. E isto, esta característica física, incomoda-a de tal modo que coloca tudo o resto em causa. Na adolescência sofre, e aguenta em silêncio, as piadas e os insultos dos colegas, fica esquecida, ao lado da mais feia das suas colegas, no baile dos finalistas do colégio. Mas não desiste, não se verga, e vai em frente, gorda, à procura de uma vida que valha a pena viver. Este é um dos melhores livros que se escreveu em Portugal nos últimos anos." Ver registo no #catalogo online


4º | Isabel de Aragão : entre o céu e o inferno - Isabel Stilwell
Resumo: "Entre o céu e o inferno. Assim foi a vida de Isabel de Aragão. Nasceu envolta no saco sagrado, a 11 de fevereiro de 1270, em Saragoça. Intocável. Protegida. Com poucos dias de vida o avô, Jaime I, levou-a consigo para Barcelona, no meio de uma tempestade. Cresceu a ouvir histórias de grandes conquistas, de reinos divididos por lutas sangrentas entre pais e filhos e entre irmãos. A história de Caim e Abel. Uma história que se repetiu ao longo da sua vida… Aos 12 anos casou com D. Dinis, rei de Portugal, e junto dele governou durante 44 anos. Praticou o bem, visitou gafarias, tocou em leprosos e lavou-lhes os pés, gastou a sua fortuna pessoal a ajudar os que mais precisavam e mandou construir o mosteiro de Santa Clara, em Coimbra. Da sua lenda fazem parte milagres, curas e feitos. Mas «a melhor rosa de Aragão», que herdou o nome da Santa Isabel da Hungria, «era boa para ser rei», como dizia muitas vezes o marido. Junto dos seus embaixadores e espiões, com a ajuda da sua sempre fiel Vataça, jogou de forma astuta no tabuleiro do poder. Planeou e intrigou. Mas a história teimava em repetir-se. Caim e Abel. Pai contra filho, o seu único filho varão contra os meios-irmãos bastardos. Morreu aos 66 anos, depois de uma penosa viagem de dezenas de léguas de Coimbra a Estremoz, montada numa mula, para evitar mais um conflito entre Portugal e Castela. Sempre acreditou que a película em que nascera a protegeria de tudo, mas nos últimos tempos de vida sentia-se frágil e vulnerável. E duvidava. Onde falhara como mulher e mãe? Isabel Stilwell, a autora bestseller de romances históricos, traz-lhe a extraordinária e emocionante história da rainha que Portugal imortalizou como Rainha Santa." Ver registo no #catalogo online


5º | Como vento selvagem - Sveva Casati Modignani
Resumo: "Mistral Vernati, o grande campeão de Fórmula Um, está em coma no hospital, depois de um terrível acidente na pista de Monza. Enquanto Mistral luta pela vida, uma pequena multidão de personagens move-se à sua volta, com motivações diversas e nem sempre confessáveis. Maria, a companheira, o seu primeiro e único amor; a mãe, que nunca conseguiu compreender as suas opções de vida, mas para quem ele era a sua razão de viver; Chantal, a mulher que nunca o libertou de um casamento falhado, e que mesmo naquele momento dramático só pensa em arruiná-lo; os filhos, Manuel e Fiamma. Entre recordações e segredos, descobriremos a verdadeira história de Mistral e Maria. Sveva Casati Modignani, apresenta-nos uma história tão romântica quanto dolorosa, dando vida a figuras inesquecíveis que animam a soberba intriga deste romance." Ver registo no #catalogo online

Top 5 - Não Ficção
1º | Arrume a sua casa, arrume a sua vida - Marie Kondo
Resumo: "«Cada coisa no seu sítio!»… quantas vezes não ouvimos as nossas mães ou avós a dizer isso? A verdade é que, no tempo delas, era mais fácil fazê-lo; elas não viviam rodeadas dos gadgets e dos mil e um pequenos objetos que «atafulham» as nossas casas, nem tinham saldos quatro vezes por ano para encher os armários de roupa que nunca se chega a vestir… Temos de o admitir: hoje em dia, a maior parte de nós tem a casa cheia de «tralha». E o problema é que essa tralha que nos rodeia tem uma influência muito subtil mas profundamente negativa na nossa qualidade de vida. Habitar um espaço desordenado faz-nos ser mais desorganizados na maneira de pensar e de nos comportarmos. A fórmula é simples: espaços desarrumados e feios resultam de estados de espírito infelizes, e causam ainda mais infelicidade; espaços bonitos e arrumados resultam numa vida bonita e arrumada. Mas como o conseguir? Afinal, limpar a «tralha» das nossas vidas dá tanto trabalho que a maior parte de nós nem saberia por onde começar… É aqui que entra o método mágico de Marie Kondo, a especialista japonesa em arrumação que está a fazer furor em todo o mundo. "Arrume a Sua Casa, Arrume a Sua Vida" é o best-seller internacional que está a transformar a vida de milhões de leitores em todo o mundo. Revela os segredos e ferramentas simples, práticos e profundamente sábios de Marie Kondo para deitar fora o que não interessa, cuidar do que interessa e transformar os espaços que habita em ambientes de tranquilidade e ordem." Ver registo no #catalogo online

2º | Chegar novo a velho : receitas - Manuel Pinto Coelho, Camila Balbi
Resumo: "Depois do enorme sucesso do livro "Chegar Novo a Velho", Manuel Pinto Coelho, o maior especialista português em anti-aging, apresenta um livro de receitas que seguem os princípios básicos que defende: uma alimentação promotora de hormonas, alcalina e paleolítica. Para isso, convidou Camila Balbi, uma ex-modelo que desenvolve a sua atividade como Integrative Nutrition Health Coach e que é muito conhecida pelos workshops que faz na área da alimentação saudável. Mais de 60 receitas criadas por Camila Balbi e comentadas, caso a caso, por Manuel Pinto Coelho, onde explica ao pormenor os benefícios dos ingredientes utilizados e a forma de os combinar e confecionar." Ver registo no #catalogo online


3º | Superalimentos: refeições com mais vida - Mafalda Rodrigues de Almeida 


Resumo: "Sabia que: Os mirtilos ajudam a prevenir doenças cardiovasculares? As bagas de goji retardam o avanço da doença de Alzheimer? A romã ajuda a regular a tensão arterial? As nozes melhoram a memória e os estados de humor? A beterraba previne o desenvolvimento de cancro? "Superalimentos - Refeições com Mais Vida", é o livro de receitas ideal para quem procura integrar superalimentos nas rotinas do dia-a-dia e prevenir doenças ou ter uma saúde mais equilibrada. Neste livro, recheado de cor e vida, encontra: - Receitas para os seus batidos, pequenos-almoços, almoços, lanches, jantares e sobremesas - Um guia de informação nutricional - Dicas práticas para combinar superalimentos com os alimentos na sua despensa. Tire mais partido das suas refeições e tenha uma alimentação saudável como o seu corpo merece." Ver registo no #catalogo online



4º | O meu plano do bem - Isabel Silva 
Resumo: "Se até hoje ainda só viu a Isabel Silva de vestido, sapato de salto alto e maquilhagem, a apresentar programas de televisão... Prepare-se, porque ainda só conheceu metade da Isabel. Este livro dá-lhe a conhecer a outra metade. Aquela que antes de ir trabalhar, já correu 10 quilómetros ou treinou 60 minutos intensos no ginásio. Já vestiu o avental e rapidamente, preparou uma super-refeição e a sua marmita do bem para levar para o trabalho, com alimentos saudáveis e nutritivos que lhe dão a energia necessária para 10 horas de trabalho, sempre com boa disposição! Agora que já conhece a Isabel das sapatilhas e do avental... que tal calçar também as suas e pôr a panela ao lume? A aventura vai começar... Neste livro, Isabel Silva partilha o seu Plano do Bem. Um plano que inclui alimentos saudáveis, feitos de forma simples, muito intuitiva e rápida. E principalmente muito saborosa. Não acredita? Então folheie o livro e delicie-se com o Guacamole da Belinha, com o Húmus de tremoço ou com Cheesecake com creme de caju. Mas este livro é mais do que um livro de receitas, é um livro onde a Belinha partilha o seu estilo de vida que inclui necessariamente a sua paixão pelo desporto. Nem todos temos de correr maratonas, nem todos fazemos 10 quilómetros, mas todos temos obrigação de encontrar uma atividade que nos dê prazer para pôr o nosso corpo a mexer." Ver registo no #catalogo online


5º | Educar com Mindfulness: guia de parentalidade consciente para pais e educadores - Mikaela Övén 
Resumo: "Ninguém nos dá a fórmula mágica quando nos tornamos pais. Nem existe um manual que nos ensine a lidar com os desafios diários como as birras, o sono e as refeições.Estaremos a agir bem? O que é normal em cada idade? Devemos elogiar ou castigar? Quando dizer não? E como compensar o pouco tempo que partilhamos com os nossos filhos?O Mindfulness aplicado à parentalidade ajuda-nos a pensar a educação de forma consciente e plena. Conheça as ferramentas que Mia Övén sugere para se libertar da culpa e da ansiedade. E viva mais a sua família! Este guia inclui:- exemplos reais dos principais desafios educativos;- sugestões de resolução de conflitos;- práticas de Mindfulness;- tabelas orientadoras das necessidades do seu filho." Ver registo no #catalogo online

Boas Leituras!

Desafio literários Julho

Em Julho, dia 4, comemora -se o dia da independência dos EUA, por isso desafiamo-lo a ler um livro passado nesse país. E como em Julho a temperatura aumenta lançamos também o desafio de mergulhar na leitura de um livro que tenha como cenário o mar, o rio ou uma piscina:
Saias

sábado, 1 de julho de 2017

De Mão em Mão

A campanha “De Mão em Mão” tem como objetivo promover a reutilização e reciclagem de manuais escolares. Findo o ano letivo, entregue os seus manuais na Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras para redistribuição e reaproveitamento. Contribua para sensibilizar na construção de uma sociedade mais justa, solidária e ecologicamente consciente. 
Das suas ofertas vamos selecionar os manuais escolares com data de edição posterior a 2015 (inclusive). Todos os manuais recolhidos que não satisfaçam este critério são doados pelas Bibliotecas Municipais de Oeiras à campanha de recolha “Papel por Alimentos” ou encaminhados para reciclagem.
Para mais informações sobre a campanha e para conhecer os manuais escolares disponíveis, contacte a biblioteca mais próxima de si …
Contactos:
Biblioteca Municipal de Algés – Tel.: Geral - 210 977 481
Biblioteca Municipal de Carnaxide – Tel.: Geral - 210 977 430
Biblioteca Municipal de Oeiras – Tel.: Geral - 214 406 340

terça-feira, 27 de junho de 2017

Horário de Verão


Informamos que durante os meses de Julho e Agosto o horário das Bibliotecas Municipais de Oeiras é o seguinte:
BM Algés e BM Carnaxide
3ª a 6ª feira: 10h00 às 18h00
2ª feira e sábado: 10h00-13h00 e 14h00-18h00
BM Oeiras
2ª a 6ª feira: 10h00 às 18h00
sábado: 10h00-13h00 e 14h00-18h00
As Bibliotecas Municipais de Oeiras abrirão nos seguintes Sábados:
Oeiras: 08 e 29 de Julho / 12 de Agosto
Carnaxide: 01 e 22 de Julho / 19 de Agosto
Algés: 15 de Julho / 05 e 26 de Agosto
Nestes meses funciona ainda a Biblioteca de Praia – Paço de Arcos no horário:
2ªfeira a 6ª feira: 09h30-12h30 e 15h30-18h30
sábado e domingo: 09h30-12h30
[Encerra à 3ªfeira]

segunda-feira, 26 de junho de 2017

As sugestões de... Cláudia Saltão

Livros

Fimes & séries

quinta-feira, 22 de junho de 2017

FESTIVAL INTERNACIONAL ONDAS DE CONTOS

Organizado pela Biblioteca Municipal de Oeiras em parceria com a Associação Cultural Partilha Narrativa. Uma Partilha que reúne grandes e pequenos à volta da PALAVRA. 
Contadores de histórias nacionais e estrangeiros, música, marionetas, dança e exposições. Sessões e serões para todo público na praia de Paço de Arcos e no centro da vila de Oeiras. Entrada livre e gratuita.

PROGRAMA DO FESTIVAL
Sexta-feira, 30 de Junho
Centro Histórico da Vila de Oeiras, Largo 5 de Outubro
21h30 - Sessão de contos com Celso Fernández Sanmartín (Galiza, Espanha)
23h00 - Espetáculo de Canto e Dança com o grupo "Quinta voz" (Oeiras, Portugal)
Sábado, 1 de Julho
Centro Histórico Vila de Oeiras, Largo 5 de outubro, 9/12
Livraria GATAfunho
11h30 - Apresentação do livro «A Canção dos Velhos Caçadores», Rodolfo Castro (texto e ilustração), publicado na GATAfunho, editora independente.
Casa da Partilha, Associação Cultural Partilha Narrativa
18h00Micro maratona de contos: «Histórias sem Parar», nas vozes de Contadores de todas as proveniências.
Praia de Paço d'Arcos
21h30 - Música com os adufes de Sebastião Antunes e companhia (Portugal)
22h30 - Sessão de Contos com Manuel Garrido (Sevilha, Espanha)
Domingo, 2 de Julho
Centro Histórico Vila de Oeiras, Largo 5 de outubro
11h30 - Sessão de contos, com a Narradora Cristina Taquelim (Beja, Portugal)
18h00 - «Tom&Meio», Música na Rua (Portugal)
19h30 -  Sessão de encerramento, com o teatro de marionetas HISTORIOSCÓPIO (Porto, Portugal)

Contactos:
Sector Infantil BMO, 214406342, infantil.bmo@cm-oeiras.pt
Associação Partilha Narrativa, 212696830, partilhanarrativa@gmail.com






quarta-feira, 21 de junho de 2017

O escritor José Eduardo Agualusa é o vencedor do Dublin Literary Award 2017


O escritor José Eduardo Agualusa é por via deste reconhecimento o primeiro autor de língua portuguesa a vencer um dos mais prestigiados prémios literários mundiais.

A obra eleita do escritor angolano é a "Teoria Geral do Esquecimento".

Este prémio literário internacional é ainda partilhado com o tradutor da obra Daniel Hahn.

A seleção de autores e de obras é da responsabilidade de Bibliotecas Públicas de todo o mundo. O romance vencedor foi nomeado pela Biblioteca Municipal de Oeiras e pela Biblioteca Pública do Porto.

É considerado como o maior prémio literário para uma obra de ficção publicada em inglês. O seu valor pecuniário é de 100 mil euros .


segunda-feira, 19 de junho de 2017

Livros Proibidos - Ciclo de Conversas. Sessão de dia 21 de Junho adiada

Por imprevistos relacionados com a saúde de Maria Teresa Horta, a sessão do projeto "Livros Proibidos", marcada para a próxima quarta-feira, dia 21 de Jun., às 21H30, no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras, fica adiada, para data a anunciar a partir de Setembro.
Agradecemos a melhor compreensão e pedimos desculpa pelo incómodo causado!


Informações
214406330

ana.jardim@cm-oeiras.pt

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Campanha de Verão nas Bibliotecas Municipais de Oeiras

Este verão ponha a leitura em dia! De 15 de junho a 30 de setembro, os nossos utilizadores podem requisitar o dobro dos documentos, pelo dobro do tempo - 10 livros, 10 CD, 10 DVD e 10 revistas, por um período de 30 dias.
Este ano no verão é tudo a dobrar!

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Curso de Verão Ler, Ouvir e Contar - Programa Atualizado


quinta-feira, 8 de junho de 2017

Tim Bowley: 1945-2017

Tim Bowley, o contador e narrador especialista em histórias tradicionais de todo o mundo e todas as épocas, faleceu nesta quarta-feira aos 72 anos
Contador de histórias internacionalmente aclamado, encantou audiências por diversos países durante mais de 20 anos de experiências. No seu repertório, as histórias dão a volta ao mundo e possuem uma amplitude que abrange do cómico ao profundo, do sagrado ao profano, revelando a condição humana em toda a desordenada maravilha.
Tim Bowley colaborou em várias iniciativas organizadas pela Câmara Municipal de Oeiras, através das suas Bibliotecas Municipais. No projeto "Histórias de Ida e Volta" foi convidado a participar em serões de contos, sessões do Festival "Ondas de Contos" na Praia da Torre em Oeiras e em formações da bolsa de contadores.
A equipa do projeto e os contadores da bolsa "Histórias de Ida e Volta" conheceram o Tim Bowley na Maratón de Cuentos de Guadalajara e nas Palavras Andarilhas, em Beja. Desde cedo ficaram fascinados por aquela voz de encantador de palavras que nos envolve e transporta para outros mundos e outros universos...
A equipa de contadores lamenta profundamente tão grande perda, mas estão convictos de que as suas histórias se manterão vivas na memória de todos, continuando a inspirar e a ser contadas por muitos contadores, por muito tempo... e por muitos lugares… 


segunda-feira, 5 de junho de 2017

As nossas suguestões...amarelo

Este mês desafiamo-lo a ler um livro com a capa amarela:

Táxi

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Desafios Literários Junho

Em Junho comemoramos o Dia Mundial da Criança e o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, por isso desafiamo-lo a ler um livro infantil e um livro de um autor português:

Perto

terça-feira, 30 de maio de 2017

Uma Nova Época Para as Relações Internacionais? Com Francisco Seixas da Costa


No próximo dia 22 de junho, quinta-feira, às 21H30, terá lugar a 3ª sessão do projeto Conversas na Aldeia Global, este ano dedicado ao tema "Futuro Sustentável" e inspirado na Agenda 2030 de desenvolvimento sustentável para transformar o nosso mundo e nos 17 objetivos globais para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.
Francisco Seixas da Costa, sob o mote "Uma Nova Época Para as Relações Internacionais?", procura refletir sobre as principais metamorfoses do mundo e a evolução de fatores estruturais que determinarão os fenómenos de cooperação, de concorrência e de conflitos das próximas décadas.

Quais as principais evoluções geopolíticas nos próximos anos? A competição internacional pelo acesso aos mercados e aos recursos pressionará todas as economias e sociedades? Como vai ser o relacionamento entre Washington e Moscovo? Em 2030… vão surgir novos confrontos entre grandes potências? A China será a primeira potência mundial? Ter-se-á resolvido o conflito israelo-palestiniano?

Francisco Seixas da Costa tem uma vasta experiência na representação de Portugal pelo mundo. Licenciado em Ciências Sociais e Políticas pela Universidade Técnica de Lisboa, foi diplomata entre 1975 e 2013, tendo estado colocado em Oslo (1979-1982), Luanda (1982-1986) e Londres (1990-1994), para além de ter exercido cargos dirigentes no Ministério dos Negócios Estrangeiros. Entre 1995 e 2001, foi Secretário de Estado dos Assuntos Europeus.

A partir de 2001, foi, sucessivamente, embaixador português junto das Nações Unidas, em Nova Iorque, junto da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, em Viena, no Brasil, em França e, cumulativamente, junto da UNESCO. Foi presidente do Conselho Geral da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. É consultor da Faculdade de Economia, da Universidade de Coimbra, e da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa. Foi Diretor Executivo do Centro Norte-Sul, do Conselho da Europa. Desde 2013, preside ao Conselho Consultivo internacional da Fundação Calouste Gulbenkian, integra o Conselho Estratégico da empresa Mota-Engil e é administrador independente da empresa Jerónimo Martins. Desde 2014, é docente da Universidade Autónoma e administrador independente da empresa Mota-Engil Africa. Desde 2016, é administrador independente da empresa EDP Renováveis. É colunista e colaborador de diversas publicações e autor e co-autor de várias obras sobre questões internacionais e de segurança.


A moderação é de Vasco Trigo.
Contamos consigo!

Curso de Verão "Ler, Ouvir e Contar" de 10 a 15 de Julho na Galeria Municipal do Palácio Ribamar de Algés


terça-feira, 23 de maio de 2017

Livros Proibidos, Ciclo de Conversas. "O Nome da Rosa", de Umberto Eco. Com Ricardo Araújo Pereira

É já amanhã, dia 24 de Maio, às 21H30, que terá lugar a 4ª sessão do projeto Livros Proibidos, no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras. O livro em análise será O Nome da Rosa, de Umberto Eco, pelo olhar de Ricardo Araújo Pereira. A moderação é de Nicolau Santos.
Não perca!
Consultar o guião da sessão


Informações
214406330
ana.jardm@cm-oeiras.pt

sábado, 20 de maio de 2017

Hoje a Biblioteca Municipal de Carnaxide aliou-se ao evento Boinas´s Club Unlimited, no Centro Cívico de Carnaxide.

Os mais pequenos ouviram histórias sobre chapéus, criando de seguida a sua própria boina, pintando-a e decorando-a a seu gosto: